Frases de Carlos Drummond de Andrade

Frases de Carlos Drummond de Andrade

Foi um poeta, contista e cronista brasileiro, considerado por muitos o mais influente poeta brasileiro do século XX.

0


É menor pecado elogiar um mau livro sem o ler, do que depois de o ter lido. Por isso, agradeço imediatamente depois de receber o volume. Não há vida literária plenamente virtuosa.



O progresso dá-nos tanta coisa que não nos sobra nada nem para pedir, nem para desejar, nem para jogar fora.



Os senhores me desculpem, mas devido ao adiantado das horas eu me sinto anterior às fronteiras.



Como as plantas, a amizade não deve ser muito nem pouco regada.



Sim, tenho saudades. Sim, acuso-te porque fizeste o não previsto nas leis da amizade e da natureza nem nos deixaste sequer o direito de indagar porque o fizeste, porque te foste.



O cofre do banco contém apenas dinheiro. Frustar-se-á quem pensar que nele encontrará riqueza.



Ah o amor... que nasce não sei onde, vem não sei como e dói não sei porque...



A minha vontade é forte, mas a minha disposição de obedecer-lhe é fraca.



Só é lutador quem sabe lutar consigo mesmo.



A confiança é ato de fé, e esta dispensa raciocínio.



Não é fácil ter paciência diante dos que a têm em excesso.



A educação para o sofrimento evitaria senti-lo com relação a casos que não o merecem.